fbpx
Minha Diferenciação

7 passos importantes para preparar sua empresa para marketing digital

7 passos importantes para preparar sua empresa para marketing digital

Se você não aguenta mais ver seu concorrente sempre em evidência esse artigo é para você. Se você vê seu concorrente em muitos lugares e principalmente em quase todos os sites que você acessa não perca uma vírgula desse artigo.

Eu sei, isso é chato demais. Só falta, ao abrir sua gaveta de meias, seu concorrente aparecer subitamente e te dar um baita susto. 🙂

Chega, não é mesmo? Está na hora de você aparecer mais e retomar, ao menos um bom pedaço, dessa fatia do seu mercado.

Leia esse artigo para entender por que você precisa tomar uma atitude agora mesmo e alavancar seus resultados em vendas. Saiba também os passos que você precisa dar para virar esse jogo.

Hoje a internet é seguramente o melhor lugar para ampliar o conhecimento da sua marca e negócio. Mas para ter sucesso utilizando a internet como plataforma de negócios, você precisa ter entendimento mais profundo do seu próprio negócio.

Nesse artigo você aprenderá como fazer marketing digital na sua empresa com passos importantes que você não pode, de maneira alguma, ignorar.

Que tal fazer um tour virtual em seu negócio junto comigo? Está pronto para zarpar? Então vamos.

#1 – Conheça seu público de forma profunda

Buyer Persona - Conheça seu público de forma profunda

Se você costuma dizer estas frases:

  • “Já conheço meu cliente”;
  • “Já estou muitos anos neste negócio, sei tudo sobre meus clientes”;
  • “Estou em constante contato com meu cliente, sei o que eles querem da minha empresa”.

Tome muito, muito e muito cuidado com isso.

Empresas inovadoras passam anos da sua vida corporativa mapeando comportamentos de cliente.

Preciso te contar, se você ainda não sabe o que é uma buyer persona ou não definiu uma para seu negócio, posso afirmar a você que você ainda não conhece seu público. Você vai entender logo em seguida porquê.

Você notou que eu disse definir e não criar uma. Claro, uma buyer persona precisa ser desenvolvida a partir de constatações reais. Você pode fazer estas constatações no dia a dia ou até mesmo entrevistando seu cliente.

Mas o que é uma buyer persona?

É um perfil fictício, porém com características bem realistas, que representa um grupo de compradores que sua empresa dirige a comunicação de vendas. É um personagem representativo de um comprador promissor.

É uma descrição da pessoa que tem o perfil de compra ideal para o que sua empresa vende. Ela possui nome de batismo, diversas características e até uma foto própria.

Isto vai permitir que você “mire” e entregue sua comunicação para um determinado público. Sem querer ser tudo para todos.

Neste momento eu estou redigindo esse artigo para uma buyer persona do meu negócio. Se você está aqui, você é parecido com ela total ou parcialmente. Isto é tem necessidade similares a esse meu perfil estratégico (buyer persona).

Assim, ao definir uma buyer persona, você poderá se conectar emocionalmente com seu público. Claro, você poderá ter muitas buyer personas, contudo é necessário definir uma por vez.

Alinhe sua comunicação para a primeira buyer persona e depois acrescente aos poucos novas personas. Fazendo sua estratégia de vendas crescer gradativamente.

#2 – Analise marketing digital de um outro ângulo

perspectiva

Sabe aquela velha história de separar uma fatia do seu faturamento para marketing? Aprecie isso com moderação. Embora julgo ser importante definir um orçamento de marketing é o que vem depois disso que me preocupa.

Muitos empresários, ao reservarem essa fatia de faturamento, acabam encarando essa verba como um custo da empresa e não como investimento. Eles não enxergam dinheiro retornando para o bolso. 😥

Claro, isso também envolve o marketing feito na internet que, na minha opinião, é um investimento obrigatório visto que a internet é parte cotidiana da maioria das pessoas.

Sim, digo isso porque marketing digital é um investimento acessível e muito rentável. O melhor de tudo é que você pode obter retornos financeiros de 2, 3 ou mais vezes maiores que o valor investido.

Recentemente, próximo a essa data, obtivemos retornos mensais acima de 400% para uma empresa do setor de metal mecânica (o maior registro foi 435% há três meses). Você verá em seguida como é possível calcular esse retorno.

Uma empresa ao investir em marketing deverá ficar atenta ao número de interessados (leads), números de orçamentos e também o número de compradores provenientes da sua divulgação online.

A empresa poderá assim, compreender a receita gerada por marketing digital. Então você poderá ter um retrato do seu retorno sobre investimento. Nesse caso a métrica de retorno é o ROAS (Return On Advertising Spend) que é o Retorno com Investimento em Anúncios ou publicidade.

Para calcular siga esses passos:

  • Some todos os valores de investimento em comunicação (investimentos em publicidade).
  • Verifique a receita, em vendas, obtida por essas mídias (publicidade).
  • Subtraia o investimento em publicidade da receita obtida;
  • O resultado você divide pelo valor de investimento em publicidade
  • Multiplique por 100 para obter o valor em porcentagem;
  • Pronto! Aí está seu retorno sobre investimento ou seu ROAS (seu retorno).

Quer um exemplo?

Se você investir, em um determinado mês, R$ 5.000,00 em marketing digital e obter receita de R$ 15.000,00, seguindo o raciocínio acima, você terá um ROAS de 200%. Isto significa que seu retorno foi 200% maior que o seu investimento.

Em outras palavras, a cada 1 real que você investiu, 3 reais retornaram para o seu bolso. Se essa engrenagem estiver em pleno funcionamento, você não deve parar de investir.

Gosto sempre de dizer que divulgação sem controle é custo. Divulgar de forma consciente e mensurável é investimento.

Divulgação sem controle é custo. Divulgar de forma consciente e mensurável é investimento. Tweetar Frase

Entenda as etapas percorridas pelo seu cliente

Uma das coisas mais importantes para preparar sua empresa para vender utilizando a internet é a jornada de compra. Tenha em mente que seu cliente “desce por um funil” até comprar da sua empresa. Sim, sua empresa possui um funil dividido em etapas e você precisa compreendê-lo por completo. É o funil de vendas.

Como assim?

De forma mais básica seu cliente:

  • Descobre que tem um problema cotidiano a resolver;
  • Começa se interessar sobre aquele problema/assunto e procura entender mais;
  • Percebe que existe no mercado uma solução para seu problema cotidiano e passa a avaliar;
  • Interage com o produto de forma presencial ou virtual para avaliar (quer testar e obter informações da solução);
  • Decide comprar a solução para o problema.

Entender esses passos acima em seu próprio negócio é fundamental. A Internet proporciona muitas informações para deixar essas etapas cada vez mais claras.

Isto evita que você seja um “chatonildo” tentando vender para seu cliente no momento. Em alguns momentos ele só quer mais informações (“só está dando uma olhadinha” 😉 ).

Na Internet o processo de compra é iniciado pelo cliente e não por você, sua empresa ou vendedor. É importante lembrar que as pessoas gostam de comprar, mas detestam que alguém venda algo para elas. Tenha isso em mente para não ser intrusivo.

Para vender de forma agradável e sem chateações, continue a leitura desse artigo. Também já vá pensando como preparar sua empresa para fazer marketing online.

#3 – Alinhe sua empresa, sua estratégia e marketing digital

Alinhamento empresarial, estratégico e de marketing digital

Nesta caminhada de consultorias, percebo que algumas empresas raramente suas estratégias e diretrizes. Nem preciso falar o quanto de retrabalho, queda nas vendas e problemas de toda ordem que elas tiveram.

Se você é uma dessas empresas que não tem um “plano de ataque” definido, tome muito cuidado, você pode estar, na verdade, como um barco a deriva em meio a uma tempestade.

Defina, ao menos anualmente, suas diretrizes, metas e objetivos. Crie uma sequência (uma lista) de assuntos ou de categorias de assuntos para guiar suas reuniões e não esquecer de nada. Discuta esses assuntos com objetividade e transforme cada um em plano de ação.

Se você já tem claro seus objetivos empresariais, meus parabéns, chegou a hora de alinhar essas definições com marketing online do sua empresa.

Essas definições precisam ser encaminhadas para sua área de marketing ou sua representação. Pode ser seu profissional ou consultor externo de marketing ou até uma empresa de consultoria.

Através dessas informações será possível fazer um “atacar” sua comunicação (e também seu marketing digital) com maestria. Fazendo seus relatórios de vendas ficarem admiráveis e seu caixa “azul da cor do mar”.

#4 – Sua equipe atual pode te ajudar em seu marketing digital

Sua equipe pode te ajudar em seu marketing digital

Envolva sua equipe e informe a todos os seus funcionários que há trabalhos de marketing digital sendo aplicados na empresa.

Toda sua equipe precisa “pensar internet” da mesma forma que você. Eles precisam entender onde sua empresa quer chegar e o que eles precisam fazer para participar desse sucesso.

Sua equipe pode (e até deveria) inclusive, gerar conteúdos relevantes para o seu negócio através de um blog e de outras mídias.

Um blog é um aliado e tanto para ensinar ao seu público o que você comercializa (como no tópico #2 – 😉 ). Além disso ele também terá a função de entreter e aumentar a lembrança da sua marca.

Aliás, a Mariane mandou muito bem em um conteúdo aqui no Blog. É um artigo chamado Porque amamos blog [e você também deveria] – Parte Ionde ela explica as vantagens e dá valiosas dicas para blogs voltados para empresas.

Você pode investir, comprando conteúdos, mas não perca a chance de gerar seu próprio conteúdo e conversar diretamente com o público.

Sim, eu disse comprar conteúdo. Você pode contratar jornalistas, webwriters, ghostwriters ou uma agência para desenvolver artigos relevantes para o seu blog e público.

Aliás, combinar a forma de geração de conteúdo contratada e interna é realmente infalível. Existem histórias ou aspectos sobre o que você vende que você, sem dúvida, contará melhor que um contratado.

#5 – Comece a fazer marketing digital agora mesmo!

Comece agora mesmo

Se você ainda não se decidiu sobre investir em marketing digital através de uma consultoria de apoio, não tem problema, faça você mesmo.

Não perca a chance de se comunicar com seu público. Comece pelo que tem disponível.

Nos últimos anos, tenho visto alguns empresários dizerem “Isso não é para mim” ou ainda “Isso não funciona aqui”.

Não caia nessa! São soluções feitas para pessoas. Todo mundo pode utilizar essas “ferramentas” digitais.

Mais tarde você poderá contratar mão de obra especializada e alavancar seus resultados. Alguns de nossos clientes chegaram até nós, já com muito conteúdo próprio publicado na Internet

Isso me deixa muito contente! Fico feliz por verificar que algumas empresas não perdem tempo afirmando não entender nada de Internet. Essas empresas simplesmente arregaçaram suas mangas e colocaram a mão na massa. Simplesmente Show de bola!

Se o problema for falta de tempo (como em todo lugar do mundo ou empresa), procure alguém hábil que possa executar os trabalhos dentre sua equipe. Só mais tarde, munido de mais informações pense em contratar consultoria ou assessoria externa.

Vale lembrar que não a nada melhor para encurtar as distâncias aos resultados do que orientações profissionais. Mas, ficar de braços cruzados olhando seu concorrente aparecer mais que você definitivamente não é legal.

Crie sua Página de fãs no Facebook, seu perfil no Twitter, sua página no Linkedin. Busque por soluções gratuitas de websites e por aí vai. Faça anúncios com ajuda do Google Adwords e do Facebook Ads para trazer pessoas até seu negócio.

Lógico, procure utilizar as redes sociais da sua empresa com certa frequência, publicando alguns conteúdos nesses ambientes sempre que possível. Você já sabe, não esconda sua empresa.

Se você quiser algumas orientações sobre como utilizar melhor suas redes sociais acesse o artigo Dicas práticas para você gerenciar as redes e mídias sociais da sua empresa.

Leia artigos sobre marketing digital, assista vídeos, leia eBooks, enfim consuma todo material que conseguir.

Existe muito conteúdo gratuito sobre marketing digital na Internet. Aqui mesmo no Blog da Interliga você também pode aprender muito.

Não se auto sabote, você vai precisar dedicar alguns minutos do seu dia. Tente aprender sobre marketing digital de forma prazerosa. Que tal um café com marketing digital? Sua empresa agradece.

Ao colocar a mão na massa você irá logo perceber que algumas das ferramentas utilizadas vão dar a você estatísticas valiosas para melhorias futuras.

Aplicando, você pode se surpreender com seus resultados.

Sendo proprietário do negócio e, mesmo não aplicando diretamente, vale a pena acompanhar conteúdos de marketing digital. Quem não aplica, aprova o que foi feito.

#6 – Cative seus contatos ou seus futuros clientes [melhore seu atendimento]

Cative seus contatos - Melhore seu atendimento

Para potencializar seus resultados capriche no seu atendimento. Seja cordial e apaixonado por atender seu cliente. Ajude seus contatos a resolver problemas, mesmo que eles não se tornem seus clientes.

Impressione, torne seus contatos diários boas experiências. Reúna sua equipe e discuta formas de encantar seu cliente durante seu atendimento telefônico, por e-mail ou qualquer outro meio que você utilize.

Envie, sempre que puder, conteúdos do blog da sua empresa para ele resolver problemas cotidianos. Se na ocasião você não tiver o conteúdo em seu blog, envie de outro. Não perca a oportunidade de cativar sua audiência.

O atendimento é simplesmente a “cereja do bolo” sobre divulgar na Internet. Não adianta impressionar na Internet e decepcionar na hora H. No momento da verdade. Na hora da venda.

#7 – Produto ou serviço

Bons produtos e serviços

Procure se certificar vai oferecer sempre o que há de melhor no seu mercado. Você não deve (e com certeza não quer) correr risco de receber opiniões negativas sobre seus produtos e serviços.

Lembre-se sempre, o consumidor atual possui o poder da comunicação, a um clique ou a um toque de distância.  Logo alí, no bolso dele.

Você e sua equipe devem responder as seguintes perguntas:

  • O que tornaria meu produto fantástico?
  • O que eu devo fazer para superar a concorrência e encantar meu cliente?

Claro, além de responder, você precisa fazer um plano de ação agora mesmo. Reúna sua equipe e ataque os seus desafios.

Lógico, conseguindo transformar seus desafios em diferenciais da sua empresa, inclua essas informações valiosas em sua comunicação o quanto antes.

Nem sempre essas melhorias de produtos ou processos significam custo (dinheiro). Às vezes só um pouco de conhecimento aplicado e criatividade resolvem problemas. Logo, não deixe de aplicar e melhorar a percepção dos seus clientes sobre sua empresa.

#8 – PASSO/DICA BÔNUS – Eleja um gestor interno para assuntos de marketing digital

Gestor Interno de Projeto

Não importa se você está fazendo seu marketing online internamente, com um consultor ou ainda uma agência de internet especializada. Para todos os casos é sempre bom ter um gestor interno para acompanhar o processo.

Esse gestor será responsável por fazer o alinhamento da sua área de marketing (interna ou contratado) com sua equipe de vendas.

Essa ponte é fundamental para o bom andamento de suas ações de marketing digital. Quanto menos ruído na comunicação dessas duas áreas, melhores resultados sua empresa terá.

Esse gestor pode ser o dono da empresa, um profissional de marketing contratado ou ainda alguém indicado pela equipe para auxiliar nos trabalhos.

De forma mais básica, esse profissional será alocado para buscar e entregar informações relevantes ao marketing (interno ou externo).

Vale lembrar que inicialmente, esse gestor não irá precisar dedicar todo o seu dia para isso. Nem abandonar seu posto ou suas tarefas para tal. Caso o volume de trabalho do gestor cresça, isso significa que os dígitos do seu faturamento também estão crescendo.

Todavia, fazer essa ponte com certeza não é o trabalho mais árduo de marketing digital que sua empresa terá.

Toda essa dinâmica poderá ser acompanhada, ajustada e melhorada para ampliar cada vez mais suas oportunidades de vendas.

Com marketing feito na internet seu negócio poderá obter informações (estatísticas) mais precisas sobre cada ação, cada investimento e entender melhor os resultados.

Agora você já sabe, talvez seu concorrente está aparecendo mais que você por conta de tudo que expliquei nesse artigo.

Mas, nunca é tarde, você já tem essa informação também. Você já tem o básico necessário para pisar no acelerador do seu negócio e vencer essa “corrida”.

Neste post você aprendeu que:

  • É preciso conhecer de fato o público e, para isso, traçar buyer personas é a melhor pedida;
  • A jornada de compra do cliente dá outra perspectiva de compreensão dos seus investimentos na Internet;
  • É necessário ter claro e alinhado os objetivos da sua empresa com sua comunicação na Internet;
  • Sua equipe precisa estar engajada com seu investimento online e até participar das estratégias com opiniões e conteúdos.
  • Começar é a melhor forma de compreender como alavancar suas vendas;
  • Cativar seu cliente com seu atendimento pode intensificar seus resultados;
  • Deixar seus produtos ou serviços fantásticos é uma das melhores formas de encantar seu público.
  • Ter um gestor interno é fundamental independente da forma na qual você está investindo em marketing digital;

Agora é com você!

Ser você quer saber mais como você pode utilizar a internet como mola propulsora do seu negócio? Entre em contato com nossa equipe aqui.

Ah! Não se esqueça de comentar abaixo!

Um grande abraço e boas vendas.